Home |  Contactos |  Consultório |  Carreira |  Meteorologia |  Mapa Site
Português  English 
Calendários de Tratamento e Fertilização
Conheça os inimigos das suas Culturas
Pesquisar:
Notícias
Algas TOMEX
Ensaio na Lourinhã em Abóbora
Conheça os resultados positivos deste ensaio da Agroquisa em conjunto com a MCA Algas y Derivados e com a Louricoop.
Ensaio na Lourinhã em Abóbora
Campanha ANIPLA
Campanha ANIPLA
Campanha ANIPLA
Informações
Centro de Informação Antivenenos
Aberto 24H por dia. Fornece gratuitamente todas as informações necessárias ao tratamento de envenenados com Agroquimicos.
Centro de Informação Antivenenos
Mundo Animal » PRAGAS » Espécie de Artrópodes » Moscas
Moscas
Controlo de moscas
Moscas

As espécies de moscas mais frequentemente envolvidas nas pragas urbanas têm uma maior incidência nas residências, nos locais de manuseamento de alimentos e nas explorações agro-pecuárias.

Na maioria dos casos, a sua importância na transmissão de doenças ao homem através de picadas é diminuta, já que esse papel é consumado principalmente através da contaminação dos alimentos com microrganismos patogénicos.


Com efeito, as moscas pousam e alimentam-se em matéria orgânica de origem diversa tal como fezes, estrumes, lixo, etc. e também nos alimentos do homem, podendo assim contribuir para a disseminação de diversas doenças, tais como a cólera, a febre tifoide, a salmonelose, etc.
Além disso, as moscas provocam também incómodo e desconforto ao homem e aos animais domésticos.

Entre as espécies existentes de moscas destacam-se como principais causas de pragas urbanas as seguintes:

  • Mosca doméstica - Musca domestica
  • Mosca da fruta ou do vinagre - Drosophila spp
  • Mosca da carne - Sarcophaga carnaria
  • Moscas varejeiras - Lucilia caeser e Calliphora vomitoria
  • Moscas negras ou simulídeos - Simulium spp
  • Mosca dos cavalos - Tabanus sudeticus e Chrysops relictus
  • Mosca dos estábulos - Stomoxys calcitrans 

A mosca doméstica tem uma distribuição mundial, é um dos insectos mais comuns e uma das pragas mais aborrecidas e persistentes. Encontra-se nas habitações, nas instalações agro-pecuárias, nas indústrias de alimentos, nos locais de venda de alimentos, nos locais de recreio, etc.

Durante a noite descansam próximo das fontes de alimento e a cerca de 1.5 a 4.5 metros do chão. Os insectos têm 4 a 7.5 mm de comprimento e uma coloração acinzentada com quatro listas negras longitudinais no tórax. Os locais preferenciais de reprodução são matéria orgânica quente e húmida, tais como fezes e camas dos animais, lixo etc. Têm uma taxa de desenvolvimento elevada, durante os meses de temperatura elevada podem produzir-se duas gerações por mês.

A sua capacidade de voo é apreciável, podendo atingir locais distantes; no entanto, encontram-se normalmente em abundância próximo dos locais de reprodução. Para se alimentarem regurgitam líquido destinado a liquefazer os alimentos antes de serem ingeridos, pois só se podem alimentar de líquidos. É uma espécie muito eficaz na transmissão de doenças já que se alimenta de uma vasta gama de produtos contaminando-os com fezes, material regurgitado quando da alimentação e fragmentos corporais.

A mosca da fruta é atraída pela fruta muito madura e pelos vegetais. Trata-se de uma praga importante para a indústria alimentar, devido essencialmente à contaminação de produtos contendo fruta, e pela mesma razão em estabelecimentos de venda destes produtos.

Naturalmente, as cozinhas domésticas são também um local preferido por esta espécie. As moscas da fruta têm 2.5 a 5 mm de comprimento e uma coloração amarela acastanhada a castanha escura com os olhos vermelhos. Os ovos são depositados em locais húmidos, em matéria orgânica em fermentação.

As fêmeas podem reter os ovos até encontrarem um local ideal para a sua deposição, ocorrendo assim por vezes a eclosão praticamente depois da deposição dos ovos.

A mosca da carne é a maior das moscas de coloração cinzenta, reproduz-se em carne em decomposição, animais mortos e nas fezes. As moscas da carne retêm os ovos no corpo das fêmeas até que estes estejam prontos para eclodir.

As larvas são depositadas directamente nos alimentos. São frequentemente pragas importantes em locais exteriores em que existem cães.

As moscas varejeiras têm 8 a 12 mm de comprimento e uma cor azul ou verde metálica no tórax e abdómen. São particularmente abundantes na primavera e no outono, nos matadouros e outros locais de processamento de carne.

O seu voo provoca um zumbir incomodativo. As fêmeas põem ovos preferencialmente em carne exposta de animais mortos e no lixo. Têm uma capacidade de voo importante, podendo afastar-se muito dos locais de reprodução. São muito atraídas pela luz. 
 
As moscas negras ou simulídeos têm cerca de 1 a 5 mm de comprimento.

Desenvolvem-se preferencialmente nas orlas dos rios. A sua actividade desenvolve-se principalmente desde o início da primavera até meio do outono e geralmente é diurna. As fêmeas sugam sangue; as suas picadas são dolorosas e provocam uma reacção inflamatória.

As moscas dos cavalos são pragas dos animais e ocasionalmente atacam o homem. Depositam os ovos em locais húmidos ou molhados. Podem ser um praga importante em zonas de recreio.

A mosca dos estábulos necessita de sangue para por ovos, mas tanto se alimentam de sangue os machos como as fêmeas. Atacam principalmente os animais e na sua ausência, mordem também o homem. Esta mordedura é dolorosa, embora a irritação posterior seja pouco importante, sendo raras as reacções alérgicas. Prefere como local de reprodução as fezes dos animais, especialmente quando estas estão húmidas e misturadas com palha e erva verde. Assemelham-se às moscas domésticas, com excepção de algumas particularidades, tanto relativas ao seu aspecto como à sua biologia e comportamento. Têm uma coloração castanha acinzentada com reflexos verdes amarelados. 

Top
Controlo de moscas

O controlo das moscas como pragas urbanas, inclui cinco passos importantes, ou seja:

1. Inspecção e identificação da espécie

Fase vital já que permite conhecer aspectos importantes sobre a biologia e hábitos da espécie causadora da praga. Uma vez que o controlo de moscas envolve as larvas e os adultos o desconhecimento da espécie em causa torna mais difícil a identificação dos locais de reprodução.

Por outro lado se se combaterem os adultos sem se implementar qualquer acção contra as larvas, estas continuam a desenvolver-se perpetuando a infestação. Além da identificação da espécie, a inspecção do local tem como objectivo conhecer os locais de reprodução, que podem ser particularmente evidentes, ou estar isolados ou escondidos.

A primeira medida a considerar para combater qualquer espécie de moscas é eliminar os locais de reprodução, já que é a forma mais eficaz de obter resultados a mais longo prazo. Devem também ser analisadas cuidadosamente as condições de higiene dos locais infestados com vista ao aconselhamento sobre a implementação de medidas de higiene e saneamento.

2. Implementação de medidas de higiene e saneamento

Independentemente dos progressos no controlo químico de moscas, as medidas de higiene e saneamento continuam a ser o melhor método de combate a estes insectos.

Estas medidas são diversas, dependendo dos locais e das condições presentes, e incluem a desumidificação dos locais infestados, a limpeza dos locais de reprodução, a remoção de locais de descanso dos adultos, a remoção de lixos, dejectos de animais e outros materiais de origem vegetal ou animal em decomposição, etc.

A colaboração dos proprietários dos locais infestados com os profissionais de controlo de pragas relativamente às medidas de higiene e saneamento a corrigir e/ou adoptar é fundamental para um controlo eficaz das pragas de moscas.

Entre os conselhos a dar aos proprietários poderão ser particularmente úteis os seguintes (além de contribuírem para a diminuição dos problemas devidos às moscas, muitas destas medidas contribuem também para a diminuição da incidência de outras pragas, entre as quais, as de baratas, formigas e mosquitos):

  • Utilizar na iluminação exterior luzes menos atractivas para os insectos (ver Controlo de pragas ocasionais). Colocar as fontes de iluminação exterior longe das portas e janelas
  • Eliminar acumulações de matéria orgânica de humidade elevada (folhas, estrumes, etc.), especialmente em áreas potencialmente húmidas.
  • Cobrir sempre os alimentos
  • Manter as cozinhas e os utensílios culinários limpos
  • Eliminar locais de água paradas
  • Remover e eliminar dejectos dos animais de estimação
  • Não deixar nos alimentos destinados aos animais de estimação durante muito tempo nos comedouros
  • Limpar regularmente as tubagens dos frigoríficos, aparelhos de ar condicionado, máquinas de lavar, etc.
  • Utilizar desumidificadores em locais de humidade elevada
  • Não guardar sem secar os panos e esponjas utilizados em limpezas
  • Lavar bem todas as garrafas recicláveis de cerveja, vinho, vinagre, sumos de fruta, etc.
  • Utilizar caixotes do lixo cujas tampas vedem bem e forrá-los com sacos de plástico.
  • Remover os lixos frequentemente.
  • Limpar frequentemente os caixotes do lixo.
  • No exterior manter o mais limpas possível as áreas destinadas aos lixos.
  • Colocar redes ou outras estruturas de protecção nas janelas e portas. As que abrem devem faze-lo para o exterior.
  • Eliminar os excessos de vegetação em redor dos edifícios.

3. Implementação de medidas de controlo mecânicas

Fazem parte destas medidas de controlo a colocação de redes nas janelas, electrocutores de insectos, etc.

4. Aplicação de insecticidas

O controlo de moscas envolve frequentemente a aplicação de insecticidas em interiores e exteriores. De um modo geral as aplicações de insecticidas destinam-se a controlar as formas adultas já que a implementação de medidas de higiene e saneamento constitui a melhor forma de controlar as formas imaturas.

Top
Newsletter
Subscreva a nossa Newsletter
CAMPANHA FORRAGEIRAS
Sementes Forrageiras e Misturas AGROQUISA
A AGROQUISA põe à sua disposição uma gama de espécies forrageiras melhoradas e seleccionadas
Sementes Forrageiras e Misturas AGROQUISA
Agroquisa © Todos os Direitos Reservados. Site Desenvolvido: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais.